8×10 Tasveer

 8x10tasveer21

Sexta passada, eu e os(as) amigas do trabalho fomos pra Panjim ver o Bollywood estreiante do dia. Antes de chegar achei que veríamos “Aloo Chaat”, mas esse, só na outra semana. Assistimos “8X10 Tasveer”, que no começo achei que não entenderia nada por não ser um Bollywood típico. Os filmes de dança, que você vê os clipes na tv e qual os atores dublam os reais cantores, tem histórinhas muito simples, superficiais, final feliz, boa mensagem…Mocinho, mocinha, vilão, amor proibido…

Esse não. O vídeo acima é o único de divulgação do filme e eu já comecei dando risada por ver o Akshay Kumar, esse tiozinho bem apessoado aí, dando uma de rapper. Os indianos AMAM isso, mas é bizarro você ver um ator dançando os passinhos e remexendo a bundinha loucamente com outros 60 performers e depois ver ser rapper e depois ouvir uma banda de rock que parece legal e…ó lá, tá ele de novo! hehehehe

Na Índia é assim. Os cantores de verdade quase não aparecem. Os clipes são como trailers que chamam pros filmes, e os atores interpretam o que tá sendo cantado. – Pop, MUITA popmusic! – Ligo na MTV 15 minutos enquanto tomo banho antes de ir pro trabalho e é o suficiente pra eu ficar um dia inteiro com um refrão na cabeça e rapidamente reconhecer tudo que toca no rádio, nas baladas, nas rés de carro e até na espera de celular. – Sim, enquanto chama a ligação, fica tocando “Kabhi kabhi aditi…blablabla”.  hahaha É demais.

Mas enfim…Voltando ao Akshay Kumar e o 8X10, a história era sim idiota, portanto compreensível, mesmo em Hindi. É fato que sempre, sempre os indianos me surpreendem na produção…O filme é feito na Nova Zelândia e tem cenas lindas! Além de tudo,  dura só duas horas (normalmente Bollywood é no mínimo três) e eu, comia um belo balde de pipoca caramelada, foi sossegado pra aguentar.
O que acontece é: Assassinaram o pai do cara, que tem poderes paranormais. Ele consegue tocar numa foto, entrar num transe quase mortal e voltar pra cena durante 1 minuto, e é claro que começou a fazer isso para desvendar a morte do pai. Ele deixava claro que guardava um segredo de infância, e com o decorrer dos acontecimentos, sacamos que é o desparecimento do seu irmão gêmeo, que…Volta na história…

Enfim…Disso pro final é um passo. E o que desanima é a obviedade, mas é entretenimento, puro, como tudo que é arte aqui na Índia. Voltei pra casa querendo mais é ver um filme de três horas dançantes, que dá quase vontade de levantar e imitar no meio das poltronas! Mas infelizmente eles só levantam no meio das poltronas, pra cantar o hino nacional, antes de cada exibição, de qualquer filme. Sempre. hehehehe

Anúncios

Sobre ariaround

25, santista, apaixonada e viajante em todos os sentidos...agora em Goa, na Índia. Amante da escrita, de lugares novos, crenças e pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: