Enquanto isso, no aeroporto de Mumbai…

Medo de avião é lugar-comum até pro Belchior. Pra quem não costuma estar nos ares, aeronaves parecem sempre perigosas. Talvez pela maior escala dos acidentes e pela atenção da mídia quando algum acontece (especialmente pela menor frequencia).

Primeira vez que voei faz pouco tempo, uns 4 anos só, mas nunca tive medo de avião em si… Meu medo mesmo é de aeroporto. Primeiramente porque é um lugar onde todo um processo, etapas, tem que acontecer, e eu não sou lá muito calminha. Gosto de “ticar”, resolver as obrigações o mais rápido possível (infelizmente nem sempre com perfeição) e me sentir “livre” pra fazer o que eu quiser (dessa vez com mais cuidado :P).

 No aeroporto as coisas acontecem de acordo com regras: se chegar muito cedo é preciso esperar o processo se inciar, se chegou na hora, começa raio-x em bagagem pra despachar, fila de check in, raio-x em bagagem de mão, abre mala,fecha mala, fila de revista e… sala de espera. Lendo-os assim parece um processo simples, mas minhas experiências em aeroportos (especialmente Indianos, comum nos últimos anos) e meu vício por Jail Abroad, me fazem sentir tremendamente aliviada quando o processo todo é finalizado. Quase como ir ao banheiro depois de segurar por muito tempo.

Não sei se Jail Abroad passa no Brasil, mas é um programa da National Geographic que conta uma história supostamente real em cada episódio, de pessoas que foram presas em países estrangeiros, claro. Normalmente as cadeias são no terceiro mundo, e os presos citados são Europeus ou Norte-americanos tentando traficar drogas. Isso faz do aeroporto o cenário desses casos altamente amedrontadores. Eu não tenho coragem nem desejo de viajar levando nenhum tipo de ilegal, mas mesmo assim, toda vez que estou num aeroporto o clima sensacionalista e nervoso do Jail Abroad vem na minha cabeça e algumas vezes sinto como se fosse dar merda a qualquer momento… “Será que alguém plantou alguma coisa na minha bagagem?”… Saca só a paranóia + poder televisivo + imaginação fértil!!!

Além da lavagem cerebral do Jail Abroad, vira e mexe se vê alguém tendo problema em aeroporto. Com bagagem, com passagem, perda de avião, discussões entre clientes e funcionários, enfim…Consigo sentir profundamente toda a tensão rolando ali, até porque na maioria dos casos uma viagem de avião vai te levar pra algum lugar que é importante você chegar com alguma velocidade ou algum lugar muito longe, o qual você espera e planeja há tempos. Quem viaja a trabalho e pega avião toda semana, obviamente já passou dessa fase, mas pra mim ainda dá vontade de acabar tudo o mais rápido possível.
Depois que passa, pode trovejar, chacoalhar, dar pane e afins que eu güento. :P

Anúncios

Sobre ariaround

25, santista, apaixonada e viajante em todos os sentidos...agora em Goa, na Índia. Amante da escrita, de lugares novos, crenças e pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: