Trip Update 4. Denmark considerations

Definitivamente não mantenho o blog tão atual quanto as mudanças da minha vida, que sim, graças a mim e meus siricuticos, são muitas, cada vez mais freqüentes. :)
Estou em Istanbul há quase um mês, mas algumas ressalvas devem ser feitas sobre o período anterior…

No total, fiquei 2 meses em Copenhagen e posso dizer que de todos os lugares que visitei até então, é lá que tenho mais vontade de voltar, possivelmente pra morar (mais ainda que Berlin!). A idéia era ficar lá até ir pro Brasil, mas as coisas ($) deram uma apertadinha, e vir pra Istanbul ficar com o Rico pareceu uma idéia mais sensata, por gastarmos menos e estarmos juntos, claro.

Desconfio que o maior motivo de gostar tanto de Copenhagen são os amigos que lá fiz. Depois de tanto tempo vivendo no meio do mato lá na Índia, eu andava um tanto insegura de voltar à sociedade “comum”. Passei por Berlin, Istanbul, mas em Copenhagen pude sentir melhor o dia a dia, e justamente por não ter tanta poluição mental eu pude serenamente ir adequando, conhecendo, conversando…

Fazia tempo que não fazia amigos novos, desses que duram pra vida toda. Quando você começa a viajar, faz inúmeros contatos, especialmente pela experiência que divide com outros viajantes, mas o fato de todos estarem vivendo só o presente e indo embora logo mais, faz com que os laços não se estreitem muito. Estando de passagem, as únicas formas de fazer amigos pra vida, é vivendo momentos de intensa alegria ou de grandes problemas.  Desconfio que a segunda opção consolida ainda mais qualquer relação, já que de cara, você vê com quem pode contar ou não, uma vez que é isso que faz amizades verdadeiras durarem.

Grandes problemas talvez não seja o termo adequado para o período em questão, mas Agosto foi um mês de dores de cabeça e pequenos sinais negativos da vida, tanto pra mim, quanto pra os que eu conheci. Cheguei a achar que não era pra eu estar naquele lugar, naquele momento, naquelas situações…Mas parece que tudo só serviu pra aproximar em pouco tempo, pessoas que levariam anos pra estreitar a relação assim.

O tempo na Dinamarca foi sem dúvida divisor de águas na minha vida. Não dá pra dizer que foi pelo lugar, mas pela lembrança do que é aquecer o coração e sentir-se feliz só por ter amigos.
Trago-os em mim de agora em diante. :)

Anúncios

Sobre ariaround

25, santista, apaixonada e viajante em todos os sentidos...agora em Goa, na Índia. Amante da escrita, de lugares novos, crenças e pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: