“Penso, logo existo” ou “SER é por ser percebido”?

Descartes ou Barkeley?

Eu diria que penso, logo existo!

E por pensar (e automaticamente) existir, crio os que me percebem.

Ou ainda, Freud – “Existo onde não penso”

Se pra existir efetivamente é preciso viver o presente, não existo quando penso.

Well…Melhor pensar em outra coisa… :P

Anúncios

Sobre ariaround

25, santista, apaixonada e viajante em todos os sentidos...agora em Goa, na Índia. Amante da escrita, de lugares novos, crenças e pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: